🤩 Programa Censo da Arte!

👉 Conheça Eliane Aparecida de Freitas Lima Cardoso, nossa personagem de hoje do Censo da Arte.

👩 Eliane, de 42 anos, começou a praticar o artesanato em 2010 através de cursos dados pela Emater de Coimbra para a comunidade, coordenados por Cláudia Saraiva. Já o crochê aprendeu com uma amiga do curso e com uma vizinha. E é com ele que ela mais gosta de trabalhar, executando trabalhos variados, principalmente peças de vestuário.

🧶 Por meio do crochê Eliane passou presentear seus familiares com peças feitas por ela mesma, e assim ela foi ganhando elogios e passando a acreditar mais no seu trabalho.

💁‍♀️ Mas não foi só através dos elogios dos familiares que Eliane se sentia feliz com seu trabalho. Um dia ela fez um cropped para sua primeira ida à praia, uma turista a viu e apaixonou, perguntando onde ela havia comprado. Ao dizer que foi ela mesma e que não havia tempo de fazer um, a turista comprou aquele mesmo que estava em seu corpo.

🥰 Para Eliane, o crochê é uma espécie de terapia, ajudando-a controlar a ansiedade e as angústias do dia a dia. Apesar das dificuldades, principalmente com os custos dos materiais, que não são baratos, Eliane pretende continuar crochetando, seja como um hobby ou como um complemento da renda familiar.

🤝 A equipe do Departamento de Cultura, Desporto e Turismo deseja que a Eliane, e todos os artesãos de coimbrenses possam, realizar seus sonhos por meio do talento e garra, que todos demonstram.

🎞 Confira alguns artigos criados por ela:

🤩 Gostou do trabalho da Eliane?

☎ Entre em contato com ela:

Telefone: 031971371486
Instagram: @elianeapflima

Deixe uma resposta